post

PISO aborda iniciativas de capacitação do jovem em audiência pública

Por meio de sua Diretora Executiva Andresa Cantolini, o PISO participou de audiência pública na Câmara Municipal de Vereadores de Ribeirão Preto no último dia 28 de março cujo tema em discussão foi “pacto social do primeiro emprego”, com relevância para a Lei do Aprendiz e para a necessidade da criação de alternativas para a inserção do jovem no mercado de trabalho, dentre elas, o despertar do interesse por carreiras específicas e, para isso, o estímulo à capacitação profissional.

A iniciativa foi do vereador Marcos Papa e, dentre os convidados da mesa, estavam presentes autoridades, membros de entidades de apoio empresarial e ao jovem e um jovem aprendiz atuante em uma associada do Polo.

Andresa Cantolini enfatizou o trabalho do PISO que desde 2007 capacita jovens profissionais para que estejam preparados para o mercado de TI. “Nosso objetivo tem sido trazer alunos de Tecnologia de escolas técnicas e universidades para dentro da sala de aula (Centro de Capacitação Profissional do PISO), capacitá-los e estimular suas habilidades. Ao término desse treinamento, as empresas os contratam”.

Para assistir à audiência completa, clicar no https://bit.ly/2pOIF0Q

Foto: AI Câmara Municipal

post

A Mulher e o mercado de TI

Andresa Cantolini,, CEO do PISO

Andresa Cantolini, CEO do PISO

No século XX, em meio a importantes conflitos mundiais, as mulheres foram conquistando seu lugar ao sol no mercado de trabalho – muitas por opção, outras, por necessidade de sustento ou colaboração financeira da família. Passado um século, as mulheres ainda vêm lutando com ainda mais garra em prol desse importante movimento, sendo cada vez mais comum – e importante –  falarmos sobre o Empoderamento Feminino.

Mas afinal, o que seria mesmo empoderar-se?

Empoderar é tomar posse de si, é ter capacidade, discernimento e responsabilidade de suas ações em qual área for. É o posicionamento das mulheres nos campos profissional, social, político e econômico. É a mulher ter voz e representatividade em diversos âmbitos.

Segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), atualmente, 25% das mulheres ocupam postos de trabalho na área de TI. Pode parecer um número pequeno, porém, demonstra o cenário de uma luta por igualdade. Nos cursos de formação profissional oferecidos por nossa entidade, a participação feminina vem aumentando a olhos nus. Nos últimos anos, 10% dos alunos que nos procuram para iniciar um curso de capacitação, são do universo feminino. Dentre os selecionados, 20% são mulheres – e todos entram com perspectivas de inserção no mercado de TI.

Esse crescimento se reflete também nas empresas do PISO, onde notamos com felicidade que vem havendo um crescimento significativo de contratações femininas, inclusive, em cargos de liderança.

No dia de hoje, é importante parabenizar as mulheres por suas inúmeras conquistas, porém, se torna igualmente fundamental salientar que a luta da mulher não acabou. Ela existe todos os dias, no ambiente competitivo de trabalho, nas divisões desiguais das tarefas domésticas, na maternidade muitas vezes solitária, dentre outros aspectos sociais.

A mulher busca a igualdade de direitos e cada vez mais, empodera-se para ter seu papel valorizado na sociedade. O PISO apoia esta causa desde o investimento na capacitação até na valorização das habilidades de centenas de mulheres que hoje estão atuando no mercado de Tecnologia da Informação de Ribeirão Preto.

A todas as mulheres que são parte do sucesso deste segmento, nosso muito obrigada.

Andresa Cantolini – Diretora Executiva do PISO