post

Centro de Capacitação Profissional: ganham associadas e alunos

curso suporte piso (3)Uma das ações de grande representatividade do PISO no setor de TI é driblar a escassez de mão-de-obra neste segmento. Desta forma, empresas associadas têm a oportunidade de promover treinamentos personalizados para captação de Trainees com o perfil desejado, contando com o apoio e a estrutura completa de nossa entidade por meio de seu Centro de Capacitação em Software.

Em contrapartida, alunos de escolas técnicas e Universidades da área de TI têm a chance de passar por aprendizado gratuito e ainda ingressar no mercado de trabalho após a conclusão das aulas. O Centro de Capacitação Profissional foi criado em parceria com a Fundação Instituto Polo Avançado de Saúde – FIPASE e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

Assista ao vídeo com depoimentos de alguns dos 150 alunos já formados pelo PISO e que atualmente estão inseridos no quadro de colaboradores de empresas associadas:

post

Valorização dos futuros profissionais: PISO contrata empresa Júnior da USP para realização de seu processo seletivo

O PISO recebeu no último dia 16 de janeiro os inscritos para seu novo curso com foco na formação de Consultor Técnico em Suporte a ser realizado gratuitamente a partir de fevereiro em seu Centro de Capacitação Profissional, cujos 20 selecionados, em sua maioria alunos da área de Tecnologia da Informação, já serão encaminhados para o mercado de trabalho.

A aposta no jovem, ou seja, nos futuros profissionais, se estende também no que diz respeito à seleção desses candidatos, visto que nesta edição, o PISO optou por contratar a empresa Júnior da USP, a Irhis, focada em Gestão de Pessoas. “Nossa entidade já provou acreditar na formação da carreira desde a Universidade e, desta forma, apoiamos iniciativas como empresas juniores que também oferecem a oportunidade aos alunos de colocarem em prática o que aprendem na teoria”, comenta Andresa Cantolini, Diretora Executiva do PISO.

O Brasil é líder no Movimento empresa Junior, sendo referência mundial nesse tipo de ação de capacitação. Para a Diretora Comercial da Irhis, Isabella Grisi, também aluna de Psicologia, o Polo está sendo fundamental para fomentar ainda mais no Brasil um movimento empreendedor não só pela capacitação da mão-de-obra de TI, mas também pelo apoio à capacitação de alunos de outras áreas. “O objetivo de uma empresa Júnior é impactar o Brasil e formar uma sociedade mais empreendedora, tornando o país mais competitivo, mais colaborativo, mais educador e ético”, explica.

A Irhis existe há cinco anos e todas as ações dos alunos são feitas com a supervisão de docentes responsáveis pelo laboratório de Psicologia Organizacional do Trabalho. A parceria com o PISO é o primeiro grande trabalho com uma entidade de classe da empresa. “Nossa formação na faculdade às vezes fica distante da realidade da prática profissional e, com essa experiência, conseguimos mostrar aquilo que vemos na academia. O PISO está sendo muito generoso ao pensar na capacitação dos futuros profissionais”, conclui Isabella.

Mais de 150 alunos de Universidades e escolas técnicas da área de TI já passaram pelo Centro de Capacitação Profissional do PISO desde o segundo semestre de 2014 e todos foram inseridos ao mercado de trabalho nas empresas associadas.

 

post

PISO inicia mais um processo seletivo para curso de formação profissional

O Polo Industrial de Software de Ribeirão Preto – PISO, recebeu no último dia 16 de janeiro no Supera Parque cerca de 70 inscritos para a primeira fase do processo seletivo do curso com foco na formação de Consultor Técnico em Suporte, oferecido pela entidade através de investimentos da associada Consinco SA.

O curso foi divulgado desde novembro de 2016 nas redes sociais do Polo, tratando-se de uma ação do PISO para qualificação de jovens como forma de driblar a escassez de mão de obra na área de Tecnologia da Informação na região de Ribeirão Preto. Os inscritos são todos maiores de idade e com cursos, mesmo que ainda não finalizados, na área de Tecnologia.

De acordo com a diretora Executiva do PISO, Andresa Cantolini, estão sendo disponibilizadas 20 vagas e todos os alunos selecionados serão ingressados automaticamente ao mercado de trabalho após o término do curso que terá início em fevereiro com duração de três meses.

“Essa é mais uma oportunidade oferecida pela nossa entidade visando garantir não somente o primeiro emprego dos alunos, mas também a formação de uma carreira promissora em empresas de Tecnologia em constante crescimento. Em contrapartida, a entidade que custeou as aulas acaba por se beneficiar com profissionais que se adequam às suas reais necessidades”, salienta a diretora.

Para a seleção, o PISO, mais uma vez apostando no jovem, contratou a empresa Júnior da USP focada em RH, a Irhis, que está avaliando os alunos com base em competências alinhadas à empresa Consinco, que estabeleceu o perfil procurado, norteando os responsáveis pelo processo seletivo, também alunos da universidade de São Paulo. “Um consultor técnico precisa ter boa comunicação, flexibilidade, resiliência, proatividade, atenção e comprometimento”, explica Isabella Grisi,  estudante de Psicologia e diretora Comercial da Irhis, que destaca que a ação é de grande retorno para a sociedade já que aposta nos futuros profissionais em todas as etapas do curso a começar pelo processo de seleção. “O PISO está impactando o Brasil não só na formação de mão-de-obra em Tecnologia mas também nos capacitando na nossa área de atuação”, enfatiza.

O conteúdo programático envolverá disciplinas que abordam desde a introdução ao mundo das organizações e empresas, passando para as ferramentas de software para controle e gestão comercial e administrativas. Serão conhecidas também as tecnologias de banco de dados utilizadas pela empresa patrocinadora e a linguagem SQL. “Ao final do curso, o concludente sai com a visão completa sobre como utilizar estas ferramentas, ao que elas se aplicam como soluções para o mercado e com a visão técnica sobre como prover atendimento de suporte a cliente em relação a elas”, enfatiza Saulo Sousa, que ministrará o Treinamento.

Os cursos gratuitos oferecidos pela entidade fazem parte da programação do Centro de Capacitação Profissional que foi criado em parceria com a Fundação Instituto Polo Avançado de Saúde – FIPASE e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia. Qualquer empresa associada pode contar com a estrutura do PISO para formar profissionais, custeando as demais demandas. Por meio desse tipo de incentivo, mais de 150 alunos já foram inseridos no mercado de Tecnologia da Informação somente em 2016.